Skip to content

O Que Usar Para Espinhas?

Boa parte das pessoas não sabem o que usar para espinhas! Essa é uma pergunta extremamente importante, feita por uma quantidade enorme de pessoas todos os dias, e por isso mesmo decidimos fazer um artigo especial para falar sobre esses tratamentos, pomadas, remédios e receitas caseiras ar as espinhas.




Falamos até que relativamente bem sobre esse assunto em específico em outros dos nossos artigos (que você pode conferir aqui), mas esse será especializado nesse assunto, trazendo uma perspectiva interessante sobre as formas de tratamento e o que usar para espinhas.

Isso porque percebemos que, mesmo com as informações que disponibilizamos nos artigos anteriores, ainda ficava sempre a dúvida “o que usar para espinhas, no meu caso específico?”. E por isso mesmo esse artigo especial foi pensado, para resolver essa dúvida de uma vez por todas.

Mia sod que uma simples lista de produtos, vamos falar dos tipos de problemas com acne que as pessoas podem ter, e quando é importante procurar um médico e ainda quais são as opções menos agressivas à sua pele para a resolução definitiva do problema das espinhas.

Além disso, vamos mostrar como nem sempre as espinhas devem ser tratadas da mesma forma porque elas podem ter intensidades diferentes, dependendo do que as estão causando.




Saiba Mais:

O Que Usar Para Espinhas? Vai Depender Do Que As Estão Causando!

O Que Usar Para Espinhas? Vai Depender Do Que As Estão Causando!

O Que Usar Para Espinhas? Vai Depender Do Que As Estão Causando!

As espinhas são, em muitos aspectos, mais o sintoma do que a “doença”, isso porque elas podem ser causadas por uma quantidade de situações diferentes, e cada uma dessas situações pode causar diferentes intensidades de espinhas.

Uma realidade indispensável a ser compreendida é que a acne nem pode ser chamada de doença, porque ela é um desequilíbrio da oleosidade do seu rosto, que é aproveitada por uma bactéria que está constantemente no seu rosto. Esse desequilíbrio se torna um micro inflamação causada por essa bactéria e isso faz com que a área desenvolva uma espinha.

Nesse sentido, é importante compreender que existem níveis de espinhas, e elas podem acontecer por variados tipos. O que causa as espinhas já foi coberto neste outro artigo, aqui vamos tratar de uma escala de intensidade que vai te ajudar a escolher que tipo de tratamento você vai procurar:

Espinha isolada, quase nunca: você tem uma pele boa e desenvolve muito poucas espinhas. Trate-as topicamente e verifique o tipo de produtos que você está usando. Eles podem ser interessantes ou não para a saúde da sua pele.

Uma Skincare adequada pode ser na maioria do tempo, o que usar para espinhas no seu caso. No máximo uma loção secante em alguma espinha maior e mais incomoda, mas não mais do que isso.

Espinhas isoladas, com uma frequência considerável: Se você tem espinhas isoladas e elas começaram a aparecer com uma constância maior e você não está em uma das épocas comuns de aumento de espinhas (mais sobre isso abaixo), você está começando a se descuidar da sua pele e isso está trazendo espinhas para ela.

Atenção redobrada na sua skincare verifique se seus produtos estão de acordo com o seu tipo de pele e ainda se você tem feito a rotina de retirar maquiagem todos os dias em que a usa. Alguma dessas situações deve estar trazendo essas espinhas.

Espinhas agrupadas eventualmente: se você está tendo problemas de espinhas agrupadas (mais de uma espinha muito próxima umas das outras) isso pode ser mais sério. Verifique se a área em questão está sendo cuidada o suficiente e oxigenada, já que a área ficar sem respirar tempo demais (presa dentro de tecidos apertados que não permite respiração) é outra excelente forma de gerar espinhas.

Espinhas agrupadas e doloridas com uma boa frequência: isso com certeza é um problema sério. Procurar um médico é uma excelente possibilidade, já que além das incômodas espinhas e da possível dor, ainda existe a chance dessas espinhas tão sérias serem sinal de um problema maior acontecendo, como um desarranjo hormonal.

Com essa escala, você conseguirá entender nossas indicações de forma muito mais tranquila.

O Que Usar Para Espinhas Em Matéria De Tratamentos Naturais?

O Que Usar Para Espinhas Em Matéria De Tratamentos Naturais?
O Que Usar Para Espinhas Em Matéria De Tratamentos Naturais?

É indispensável entender que, ao contrário do que a indústria farmacêutica prega, existem sim formas naturais de lidar com as espinhas. Especialmente quando falamos das situações mais iniciais e prevenção, as máscaras e métodos de controlar a oleosidade da pele feita com produtos naturais, além do controle da alimentação, são muito úteis.

Algumas receitas naturais podem ser encontradas em nossos posts aqui, aqui e aqui.

Quais Os Tipos De Produtos Adequados Para Espinhas?

Quando falamos de produtos adequados para o tratamento de espinhas, é até engraçado pensar que as pessoas sempre pensam nas mesmas marcas, mas curiosamente, muito do que nossas mães e avós usavam e igualmente eficiente. Você vai encontrar diversas possibilidades nas farmácias, mas é importante sempre procurar um adequado ao seu tipo de pele.

Veja nessas listas alguns do que usar pra espinhas em nossos outros posts aqui, aqui e aqui, mas o ponto central é sempre seguir essas 3 primeiras regras:

1- procure sempre produtos coerentes com o tipo de pele adequado: não use outro tipo de pele “porque vai ser melhor”. Use sempre produtos para o seu tipo de pele

2- confira sempre reviews e indicações: o que usar para espinhas pode ser bem específico, mas opiniões das pessoas que já fizeram uso do produto podem ser de grande ajuda.

3- Sempre leia TODAS AS INSTRUÇÕES DO PRODUTO: as instruções do produto são importantíssimas. Para que você faça uso adequado do produto. Sem isso, você pode ter problemas.

Quando Eu Devo Procurar Tratamentos Mais Potentes Que Esses?

Existe um momento em que esses tratamentos mais “básicos” podem não ser suficientes. O que usar para espinhas nem é o caso, mas especialmente quando falamos das marcas que espinhas que foram estouradas de forma equivocada com certeza é um problema sério e pode ser necessário usar “armas mais fortes”.

Nesse caso, peeling profissional, aplicações à laser e outras ferramentas estão à disposição nos consultórios de estéticas. Você pode conhecer algumas técnicas em nosso post específico sobre o assunto, mas antes de clicar, saiba essas informações indispensáveis:

  • Os tratamentos nem sempre são automáticos: não existe milagre, e você pode precisar de sessões adicionais para resolver uma situação em específico. Por isso mesmo, fique atento com esse tipo de questão.
  • Saiba quais as consequências do tratamento usado: alguns tratamentos mais agressivos têm consequências que podem ser desagradáveis. Cuidado com esse tipo de situação e perguntar sempre ao esteticista sobre esse tipo de informação é indispensável.
  • Siga sempre as recomendações do esteticista: se o esteticista disse para evitar o sol, não vá para praia. Esse tipo de recomendação tem motivo para existir e você precisa respeitá-la, se não quiser prejudicar seu tratamento.

Quais As Recomendações Sobre O Que Usar Para Espinhas No Geral

Você deve ter percebido que colocamos diversos links para os outros artigos neste, e o motivo é simples. De acordo com nossa política de respeito a vocês, não iremos repetir as mesmas informações sem necessidade aqui, dando espaço para conteúdo original ou mais necessário para esse pequeno guia, como estes cuidados que, esse sim, são sempre importantes de serem repetidos:

  • Evite sempre deixar sua pele sem cuidado e suja: Se você mora em uma cidade, usa maquiagem e vive uma vida cheia, sua pele está bem suja no fim dia. Uma rotina de limpeza e cuidado com certeza vai mudar muito a sua forma de lidar com essas situações.
  • Sempre retire todo o produto da pele, especialmente do rosto: ainda mais quando falamos de produtos que podem reagir de forma mais complexa ao serem expostos ao sol, você pode causar é mais problemas e manchas na sua pele tentando resolver as espinhas ou as manchas de espinhas. Não se exponha ao sol logo depois dos tratamentos e cuidado com o filtro solar.
  • Cuidado com excesso de esfoliação: esfoliação precisa ser feito com cuidado, ou você tem chances consideráveis de começar a ferir a sua pele.
    Ter cuidado com esse tipo de coisa é palavra de ordem e você com certeza precisa ter cuidado com esse tipo de situação, já que existe uma problemática de ferir a pele e fazer com que ela tenha marcas, ao invés de reconstruir de forma perfeita pela retirada da camada morta.
  • Muito cuidado com ácidos: sejam os de alimentos (tomate, limão, etc.) ou os específicos para a pele, ácidos são um problema e precisam ser usados com extremo cuidado. Evitar problemas e dificuldades com esse tipo de situação é simplesmente indispensável ter cuidado com esse tipo de produto.
  • Saiba quando procurar o médico: Se você tiver sempre com os tipos de problemas ou se suspeitar que aquela mancha não é de espinha e sim alguma outra coisa, procure um médico, Câncer de pele é algo muito sério e pode matar.
  • Cuidado com dividir produtos, maquiagens e similares: dividir produtos que são aplicados direto na pele pode ser problemático. Evite esse tipo de situação sempre que possível, e sempre faça a higienização completa de seus pincéis e esponjas de maquiagem.

Continue conosco! Teremos muito mais informações sobre beleza, estética e saúde da sua pele e cabelos!