Skip to content

Como Tratar Espinhas? Conheça Todos Os Detalhes

Sabe como tratar espinhas?! As espinhas são um problema estético e também de saúde, que tem relação com a quantidade de oleosidade da pele e pode trazer problemas de estética consideráveis para os atingidos.




Nessa série que estamos fazendo sobre as espinhas, já falamos de como evitar e de como diminuir as espinhas, então hoje vamos falar sobre como tratar espinhas, de forma coerente e sempre levando em consideração a possibilidade de você precisar procurar um médico caso o caso seja muito sério.

É sempre importante ter em mente que buscar ajuda de um profissional sobre as espinhas deve acontecer no momento em que o caso passar das espinhas eventuais que acabam acontecendo em todo mundo. Isso porque quanto mais você demorar para buscar ajuda especializada no caso de uma crise de acne mais extensa, piores podem ser as consequências.

Além disso, como já apontamos em nossos artigos anteriores, sempre existe uma tendência das pessoas em “sabotarem” a saúde da sua pele, fazendo tratamentos que são reconhecidamente pouco eficientes e até prejudiciais, mas que continuam sendo divulgados como efetivos por fontes mal informadas.

Continue conosco e descubra o que é verdade e o que é mentira sobre o tratamento das espinhas, além de outras questões importantes sobre as espinhas e a saúde da sua pele.




Saiba Mais:

Existe Cura Para Espinhas? Como Tratar Espinhas Sem Demagogia
Existe Cura Para Espinhas? Como Tratar Espinhas Sem Demagogia

Existe Cura Para Espinhas? Como Tratar Espinhas Sem Demagogia

Uma das maiores mentiras é que existe uma cura definitiva para espinhas. Isso não existe porque a acne não é um micro-organismo estranho ao seu corpo, que você será capaz de elimina. A acne é sempre vai estar com você, mas ela só vai se manifestar quando houver desequilíbrio na sua pele.

Funciona da seguinte maneira: da mesma maneira que, por exemplo, a flora intestinal, a acne sempre vai “morar” na sua pele. Ela desenvolve espinhas e outros problemas quando existe o entupimento dos poros e existe uma proliferação maior da bactéria ali, que desenvolve a vermelhidão, dor e o pus amarelo que a espinha desenvolve.

Tenha sempre isso em mente: a resposta para a pergunta “como tratar espinhas?” é, acima de tudo, manter a respiração dos seus poros em dia. Uma skincare adequada, especialmente do rosto e ainda mais reforçada se você vive em uma grande ou passa maquiagem, e grande parte do segredo da prevenção.

Tratar espinhas passa também por tratar as manchas que ela deixa na pele quando é estourada de forma equivocada, o que já reforçamos diversas vezes em nossos artigos como uma atitude pouco recomendável, já que isso causa uma série de problemas e dificuldades e ainda faz com que a pessoa tenha a chance de ficar com cicatrizes.

Outro ponto importante sobre a questão de como tratar espinhas é entender os ritmos o seu corpo e quando as espinhas em excesso podem ser um indicador de um problema mais sério. Como o tratamento de espinhas é muito mais tópico do que clínico ou generalista, é indispensável lembrar-se de tratar a fonte do problema, que nesse caso pode ser hormonal.

E você não está em alguma das fases em que existe uma grande mudança hormonal no corpo (adolescência, menstruação, gravidez) e está sentindo uma grande quantidade de espinhas sem nenhuma explicação aparente, considere procurar um endocrinologista.

Como Tratar Espinhas Sem Parar A Sua Rotina?

Um dos erros mais comuns sobre tratar a pele de forma adequada é que as pessoas possuem uma ideia equivocada de que isso toma muito tempo e é muito caro. Isso é tão equivocado que acabou gerando essa série de artigos, onde tentamos desmistificar a skincare como algo complexo e caro.

Cuidar da pele adequadamente é simples como escovar os dentes de manhã, é tudo uma questão de hábito e de um pouco de autoconhecimento a respeito da sua pele, e aí buscar os produtos ou receitas que podem ajudar a sua pele de forma mais específica.

Porque no fim das contas, seja por meio de produtos naturais e reaproveitamento de materiais improváveis como, por exemplo, borra de café, o importante é tentar os poros limpos e livres de acúmulo da oleosidade comum da pele associada à maquiagem, poluição e outros problemas relacionados.

Separar vinte minutos meia hora por dia, no banheiro, logo antes ou depois do banho (alguns produtos são especialmente eficientes logo depois do banho, porque os poros estão abertos e o excesso de oleosidade é retirado pela água) e se cuidar vai fazer bem mais do que para simplesmente a sua pele, mas também para a sua autoestima.

Quais São As Informações Indispensáveis Para Saber Como Tratar Espinhas?

Se você está querendo começar a tirar as espinhas, e mais do que isso, está começando a tratar a sua pele para evitar também outros problemas relacionados, é importante, na verdade indispensável, que você tenha algumas informações sobre a sua pele, e também sobre a sua família:

  • Seu tipo de pele: o nível de oleosidade define quanto ela precisa de hidratação adicional ou mais adstringência. Isso muda tipo de receita e produto que você precisa usar, e também seu risco de espinhas.
    Peles oleosas tendem a ter problemas de acne mais ostensivamente do que as peles secas, que acabam desenvolvendo seus próprios tipos de problemas.
  • Tendência genética à acne: que a acne tem fundo genético muita gente não sabia! Sim, ela realmente é passada de pai para filho, embora não existam estudos conclusivos sobre se o pai ou a mãe tem mais tendência de passar a acne.
  • Rotina: você sai muito de casa? Vive em cima cidade grande e poluída? Passa maquiagem? Filtro solar? Lava o rosto quantas vezes por dia? Tudo isso tem relação sobre como tratar espinhas e vai te ajudar a ter uma ideia melhor do que você precisa fazer para melhorar a saúde da sua pele no geral.

Como você pode ver, são algumas informações que podem precisar de uma ajuda específica, como de uma esteticista. Quando você tiver essas informações, você pode efetivamente começar a pensar como tratar espinhas e como lidar com a sua skin care no geral.

Quais São As Formas De Como Tratar Espinhas Mais Conhecidas?

Tratar espinhas é algo relativamente simples, alguns diriam, mas a realidade é que o tratamento deve ser pensado em fases:

  • Cuidar de espinhas já existentes: essa é a arte quando a pessoa percebe que precisa de tratamento na maioria das vezes. As pessoas procuram cuidar melhor da pele quando as espinhas começam a aparecer com frequência.
  • Cuidar da pele para evitar novas espinhas: depois de resolvida a crise, verificar para que as espinhas evitem de aparecer novamente na pele é indispensável.
  • Remover manchas de espinhas da pele. Remover as manchas de espinhas é algo importantíssimo e ajuda muito na sua situação geral. Porque essas manchas se tornar um verdadeiro pesadelo e podem se tornar permanentes se não tratadas.

Dito isso, existem duas formas principais de como tratar espinhas, prevenir e lidar com as manchas causadas por elas, quando falamos de uma forma geral: as cadeiras e os produtos específicos. Vamos tratar dos remédios à parte, porque eles são para casos mais extremos de espinhas.

Tratamentos caseiros têm como principal vantagem, além do valor infinitamente mais convidativo, a chance de criar uma dinâmica de prevenção e tratamento menos agressiva à pele, já que alguns produtos de laboratório podem trazer eventuais efeitos adversos.

Produtos específicos: a praticidade e a precisão são os maiores diferenciais desses tratamentos que você compra em farmácias e lojas especializadas. Eles já estão testados e aprovados, e com uma pesquisa um pouco mais detalhada, você pode achar o perfeito para o seu problema em específico.
Além disso, existem produtos para ajudar a prevenir a acne como filtro solar para pessoas com pele oleosa.

Medicamentos: os medicamentos recomendados em casos de acne inflamatória extrema, quando a pessoa começa a ter inclusive o rosto deformado e dolorido pela quantidade enorme de espinhas, é o tipo de situação na qual apenas um médico pode receitar, já que existe uma situação grave relacionada aos hormônios do corpo.

Qual A Melhor Forma De Tratar Espinhas? Isso Vai Depender Da Sua Necessidade, Disponibilidade  E Outros Fatores.

O indispensável é, especialmente quando falamos especialmente de prevenção e de como tratar espinhas, é indispensável que você tenha em mente que a continuidade do tratamento e sua constância são tão importantes quanto o tipo de tratamento em si.

Como Tratar Espinhas Na Adolescência?

Adolescentes muito provavelmente vão ter espinhas, e elas têm uma tendência muito grande de aparecer em momentos bem inconvenientes como as festas e aquele momento em que você encontra alguém especial.

Isso significa que conhecer a prevenção e como tratar espinhas quando elas aparecem é muito importante. Se você é adolescente ou convive com eles, tenha essas dicas em mente para ajudá-los nesses casos:

  • NÃO ESPREMA A ESPINHA: já comentamos isso algumas vezes, mas agora a situação é realmente importante. Não espremer a espinha vai te ajudar demais com o resto das dicas, porque ao espremer ela só vai aparecer mais.
  • Não deixe a espinha definir quem você é: não deixar a espinha definir a sua beleza e o seu estilo é fundamental. Muitos adolescentes ficam com a autoestima abalada por causa de espinhas, mas você precisa ser maior do que isso. Não deixe que isso afete você.
  • Aja naturalmente, se você não notar os outros não vão também. Muitos jovens ficam totalmente enlouquecidos sobre as espinhas, e isso só faz com que eles chamem a atenção dos amigos, que acabam usando isso como uma forma de te diminuir. Não dê isso a eles.
  • Peça para procurar um médico: se em algum momento essas espinhas se tornarem grandes demais, incomodarem ou se tornarem um problema grande demais peça aos seus pais para procurar um médico.

Como Tratar Espinhas Vai Evitar Que Eu Tenha Cravos Também?

Isso é algo que as pessoas costumam se esquecer, que cravos e espinhas acabam sendo problemas muito parecidos, já que ambos nascem do entupimento dos poros. È importante entender que a limpeza e desobstrução dos poros precisa ser mantida com frequência. Diariamente é o ideal, mas pelo menos duas vezes por semana ainda é aceitável, dependendo do produto e da forma de tratamento.

Seguir boas rotinas de skincare é mais simples do que você acredita. Um bom exemplo são essas receitas caseiras que passamos no nosso artigo anterior, que você pode verificar aqui, além de uma alimentação saudável e de sempre se preocupar com a limpeza e a proteção do rosto contra os efeitos exagerados dos raios solares.

Tratamentos De Clareamento Para As Manchas De Espinhas São Uma Forma De Acabar Com As Espinhas?

Isso é um dos erros mais comuns que ouvimos das pessoas e sempre é importante reforçar: espinhas não tem cura. Todo mundo teve e todo mundo vai ter mais uma ou outra. O ponto para como tratar espinhas é exatamente controlar os principais focos de causas delas, que são:

Alimentação ruim: uma alimentação rica em gorduras e açúcares vai fazer com que as espinhas saem com mais frequência, porque ajuda tanto a entupir os poros com o aumento da oleosidade quanto oferece alimento para as bactérias que vivem no seu rosto.

Falta de limpeza da pele: como já citamos uma série de vezes, uma boa skincare já é o melhor preventivo para espinhas no geral. Sempre tire maquiagem, lave o rosto e cuide para que a oleosidade do rosto não afete a sua vida.

Pequenos hábitos que causam espinhas: não deixar a pele respirar, cobrir sempre o mesmo pedaço de pele (incluindo roupas muito apertadas) são formas fáceis de fazer com que a sua pele desenvolva cravos espinhas e outras questões importantes.

Os tratamentos clareadores de manchas não são uma forma de como tratar espinhas porque eles podem ajudar em algum momento, mas o foco deles é renovar as camadas afetadas, mas é necessário também oxigenar os poros.

Gostou das informações prestadas? Não perca essa chance e compartilhe com os amigos para que eles também se livrem das espinhas!